Uma RSCM Faz 100 Anos

Posted Junho 30, 2020

Com máscaras, distanciamento social e verificações de temperatura, e apesar do risco de tempestades, as irmãs do convento de Marymount, em Tarrytown, Nova Iorque, fizeram uma festa para a Ir. Canice Walsh no seus 100 anos. Presidiu à Eucaristia o Padre Andrew King, mestre de cerimónias na Catedral de St. Patrick, que foi aluno da Irmã Canice, na primária. A missa foi seguida de almoço e como sobremesa um bolo representando a amada região da Ir. Canice na Irlanda. Os brindes incluíram uma bênção especial de aniversário, uma música comemorando a vida da Ir. Canice e, claro, “Feliz Aniversário”, após o qual a Ir. Canice agradeceu a todos que prepararam esta celebração.
A Ir. Canice nasceu em Inistioge, Co. Kilkenny, Irlanda, e ingressou nas Religiosas do Sagrado Coração de Maria em 1946. Ela só se aposentou completamente em 2013, aos 93 anos, quando a caminhada se tornou mais difícil. O seu ministério nas escolas primárias e secundárias levaram-na a várias áreas da cidade de Nova Iorque e Long Island, Colúmbia Britânica, Canadá, Richmond, Virginia e Roma, Itália. Através do serviço adicional numa variedade de acampamentos de verão e a participação em oficinas de verão, a Ir. Canice conseguiu visitar todos os estados dos EUA, exceto o Havai. A Ir. Canice fala com carinho e profundidade de todas essas experiências, comentando especialmente a riqueza da diversidade entre o povo de Deus que ela encontrou e com quem aprendeu muito. Num artigo de um jornal diocesano recente, a Ir. Canice é citada como tendo dito: “Aprende-se não com o que as pessoas dizem, mas com o que se vê o tempo todo”. (https://thetablet.org/ahead-of-100th-birthday-marymount-nun-remembers-lessons-learned-in-love-diversity/#.XvO4xRZyeho.email)
Toda a gente que conhece a Ir. Canice também sabe que continua incrivelmente bem informada, principalmente sobre política e eventos mundiais. Acompanha diariamente o ‘New York Times’ e outras fontes de notícias e comentários. Uma conversa com ela é sempre inspiradora, espirituosa/vivaz e provocadora.
A Ir. Canice continua a ser foi um presente/um dom incrível para as RSCM e para as muitas centenas de jovens a quem serviu todos esses anos, realizando a nossa missão “para que todos tenham vida”. Estamos cheias de gratidão! Ad multos annos!

Notícias da Zâmbia

Agosto 4, 2020

Recentemente, em julho de 2020, duas de nossas irmãs mais novas, as Irmãs Aelita e Previladge, participaram de um evento…

Veja Mais