Papa Francisco em Fátima

Posted Maio 31, 2017

A viagem do Papa Francisco a Fátima, por ocasião da celebração do Centenário das Aparições e da canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto, fora anunciada pelo Vaticano como uma “peregrinação”. E foi, verdadeiramente! Nos dias 12 e 13 de maio, as centenas de milhares de pessoas que peregrinaram ao Santuário de Fátima foram visitadas pelo «peregrino da esperança e da paz». É inesquecível a chegada do Papa Francisco ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima! À sua espera, na Capelinha das Aparições, estavam 150 crianças, entre as quais 50 alunos do nosso Colégio de Fátima. Entre a multidão de peregrinos que viveram momentos de peculiar beleza e simplicidade, estivemos RSCM, colaboradores e jovens do movimento juvenil CoMTigo. Foi comovente o momento em que o Papa Francisco orou em silêncio diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima, atitude intensamente partilhada pelos milhares de peregrinos oriundos de todas as partes do mundo. Foram momentos de profunda experiência espiritual a recitação do Rosário e a procissão que inundou de luz a noite; a Eucaristia na manhã do dia seguinte, que incluiu a canonização de Francisco e Jacinta Marto; e no final, o “Adeus de Fátima”, sempre tão emocionante. Nas poucas horas de visita a Portugal, o Papa Francisco testemunhou e deu-nos o testemunho da força da fé, confirmou a certeza de que somos terna e eternamente amados (“Temos Mãe!”); convocou todos à construção da paz e ao serviço aos outros; insistiu na defesa dos sem-voz, dos doentes, dos excluídos e abandonados, dos órfãos e injustiçados; enfim, desencadeou – usando as suas próprias palavras – “uma verdadeira mobilização geral contra esta indiferença que nos gela o coração e agrava a miopia do olhar”. Da celebração do Centenário das Aparições em Fátima, ficam-me gravadas no coração as vidas de Francisco e Jacinta, exemplos de santidade na simplicidade; e na memória continuam a ecoar as palavras desafiadoras do Papa Francisco: «Sob a proteção de Maria, sejamos, no mundo, ‘sentinelas da madrugada’ que sabem contemplar o verdadeiro rosto de Jesus Salvador, aquele que brilha na Páscoa, e descobrir novamente o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor.»  (Ana Luísa Pinto, RSCM)

 

Uma RSCM Faz 100 Anos

Junho 30, 2020

Com máscaras, distanciamento social e verificações de temperatura, e apesar do risco de tempestades, as irmãs do convento de Marymount,…

Veja Mais

Planejamento do Instituto

Março 1, 2020

O novo Conselho de Liderança do Instituto esteve envolvido em uma reuniao de planejamento com o facilitadora Sr. Brid Long,…

Veja Mais