Assistência aos Refugiados no Texas

Posted Maio 28, 2019

Em resposta aos pedidos urgentes da Catholic Charities USA, recebidos através do escritório nacional da LCWR, as Irmãs Mary Heyser e Mary Lang e Clare Horn,  membro da Família Alargada  da Província Americana de Leste, foram ajudar os refugiados na ‘Annunciation House’ em El Paso, Texas. Mary Heyser escreveu sobre a sua experiência:

O primeiro dia de Mary Lang, RSCM, Clare Horn e Mary Heyser, RSCM, começou no domingo, dia 12 de Maio, recebendo 100 novos refugiados que chegam todos os dias por volta das 14 horas do centro de detenção. Geralmente são alimentados, registrados e recebem um quarto para passar a noite. A maioria dos que vêm até nós sai no dia seguinte ou no outro seguinte. Mary L  conhece o espanhol, então  ajuda a registrar e telefonar para o patrocinador que mora nos Estados Unidos e  deve comprar um bilhete de ônibus  ou avião. Depois que bilhetes  forem confirmados, providenciamos o transporte para o aeroporto e os terminais de ônibus.

Mary H guia para os os terminais de ônibus  e  aeroporto e acompanha cada um deles até ao balcão das passagens para obter o seu bilhete. As idas para os aeroportos são mais complicadas, uma vez que os bilhetes devem ser obtidos por cada companhia aérea e, em seguida, o refugiado deve ir para a TSA, uma linha especial e esperar ser aprovado para que  possa ir para a sua porta de embarque. Um dia Mary H esperou com eles  uma hora enquanto os passageiros regulares obtiveram a primeira preferência, é claro.

Todas as manhãs, Clare e Mary L ajudam no café da manhã, depois vão aos quartos daqueles que saem naquele dia e dizem-lhes  que desocupem o quarto. Eles devem esperar no saguão até que  saiam para o ônibus ou avião, para que o serviço de limpeza possa limpar e trocar lençóis para o próximo grupo de refugiados.

Como muitos chegam doentes com tosse e temperatura, nós três estamos lutando contra resfriados, apesar de toda a nossa lavagem das mãos. Um médico vem todos os dias para verificar os doentes. Uma criança de três anos de idade chegou depois de quatro dias de hemorragias nasais e dores de estômago severas, por isso o médico mandou-a para o hospital imediatamente.

Este é um trabalho exaustivo! Estamos muito envolvidas em todos os aspectos do que se passa, seja fazendo sanduíches de amendoim e geléia, embalando sacolas de alimentos para a sua jornada e servindo refeições no local. Fazemos tudo e, apesar de Mary H e Clare não falarem espanhol, conseguem comunicar através da ‘app google translate’.

Hoje, desafiamos cada uma  a participar numa experiência. Coloque um par de tênis e retire os cadarços/atacadores – não desamarre apenas – remova-os completamente. Agora, ande por aí um pouco com os tênis sem cadarços. Descendo as escadas não é tão ruim, mas subir um lance de escadas é difícil. Todos os dias na ‘Annunciation House’ toda a pessoa que servimos e  tem sapatos que deveriam ter laços, não tem nenhum. Quando eles entram no nosso país, a Patrulha de Fronteira leva seus cadarços/atacadores. Cadarços/atacadores  são o item número um solicitado pelos refugiados.

Nós três recebemos abraços e “obrigado” quando os refugiados saem.  São muito gratos por toda a ajuda que estão recebendo na ‘Annunciation House’. É um trabalho árduo, mas uma alegria estar aqui. Continuem a rezar por todos.