DUAS FESTAS E DOIS CORAÇÕES

Posted Junho 9, 2021

Herança e Espiritualidade
Ir. Kathleen Connell, RSCM

O mês de junho tem, como seu centro, duas festas importantes – na Sexta-feira, a festa do Sagrado Coração de Jesus e, no dia seguinte, a festa do Sagrado Coração de Maria. Dois corações, lado a lado, transbordando de amor. Dois dias para celebrar Jesus Filho e Maria sua mãe, nossa mãe como Religiosas do Sagrado Coração de Maria e mãe de todos e todas nós.

Em seu livro, Para Que Todos Tenham Vida, Mary Milligan, RSCM escreve sobre a importância central do Coração de Jesus na visão cristológica de Gailhac. Nos escritos do nosso fundador, o Coração de Jesus é um coração amoroso, a fonte da graça, um lugar de presença, de encontro, e as Irmãs devem habitar em Seu coração e unir seus corações ao dEle e ser unidas como uma.

O que falta nos escritos de Gailhac sobre o Sagrado Coração de Jesus é a ênfase na reparação (para consolar o coração de Jesus) e qualquer referência ao Seu “Domínio Universal”, ambas devoções tão proeminentes no século XIX. Em vez disso, Mary Milligan explica, “Gailhac centra sua atenção quase exclusivamente no Coração de Jesus como um símbolo, fonte e lugar da vida interior de Jesus. Essa centralização reflete o papel central que a identificação com a Pessoa de Cristo ocupa na visão de fé de Gailhac. ” (Veja Milligan, 102-103)

É muito claro que Gailhac deu às RSCM uma espiritualidade centrada em Cristo com foco na transformação em Cristo. “Vamos nos revestir de Jesus Cristo. Estejamos tão unidas a Jesus Cristo que possamos dizer com toda a verdade: ‘Vivo, não, não sou eu que vivo; é Jesus Cristo quem vive em mim”. (GS / 23 / VIII / 84 / A). Gailhac escreve: “Formar Jesus Cristo plenamente em si, viver por Jesus Cristo, compartilhar a mesma vida de Jesus Cristo, ser outros Cristos, esse é o objetivo de sua jornada”. (GS / 1 / III / 81 / A)

Por que então Gailhac dá o nome de Religiosas do Sagrado Coração de Maria à sua nova congregação? Rosa do Carmo Sampaio, RSCM faz esta pergunta na sua reflexão “O que há em um nome”. Teria sido porque, entre 1830 e 1860, o título Coração de Maria era freqüentemente usado por congregações na França? Gailhac escolheu o título “porque Maria é um modelo perfeitamente identificado com as correntes teológicas da época e com a realidade humana e feminina dos religiosos?” Possivelmente, mas Rosa do Carmo sugere um motivo mais profundo: “Para Gailhac, a vida das Irmãs do Sagrado Coração de Maria deveria ser um seguimento de Jesus, imitando Maria porque‘ o espírito de Maria é precisamente o espírito de Jesus Cristo ’. Maria foi quem participou plenamente da missão salvífica de Jesus. Ela foi aquela que cooperou mais perfeitamente na obra da redenção. Foi em seu próprio coração que nasceu sua disponibilidade para Deus. Foi lá que ela aprendeu a amar os outros e a dar sua vida a seu filho Jesus. . . O coração de Maria é, para Gailhac, um símbolo de fidelidade, de um ‘sim’ total a Deus. ” (Ver Sampaio, Uma Caminhada na Fé e no Tempo, Vol. I, 168-169)

Gailhac costumava lembrar às Irmãs: “Vós sois as filhas do Sagrado Coração de Maria, daquele coração que tanto cooperou na redenção do mundo. Só este nome já diz qual deve ser a sua devoção, com que zelo você deve cooperar na santificação de pessoas para dar glória a Deus por toda a eternidade. ” (GS / 10 / VI / 84 / A).

O Padre Maymard, um sacerdote que vivia na comunidade do Bom Pastor com Gailhac, afirmou que a devoção de Gailhac ao Coração de Jesus era inseparável daquela ao Coração de Maria. Como pensar na mãe sem se lembrar do Filho? Como amar o Filho sem amar a sua mãe?

Vou encerrar esta reflexão com uma carta encorajadora escrita por Gailhac para “Minhas amadas filhas em Jesus Cristo”. Pouco tempo antes de sua morte, para Gailhac, Jesus e Maria parecem inseparáveis. Os dois corações se tornaram um. A carta diz em parte:

“Qual deveria ser a sua vida? Deve ser como Jesus e Maria. Imitando a vida de Maria, imitareis a vida de Jesus porque ele é o divino Sol da santidade e Maria é o seu admirável reflexo. . . Qual é, de fato, sua missão? Você já sabe disso. Você deve representar Jesus por sua semelhança com Maria. . . Seja uma irmã do Sagrado Coração de Maria, pois ela é a imagem de Jesus. . . Filhas de Maria, sigam os passos de seu esposo e de sua mãe. Quão elevada e consoladora é a vossa vocação! Você só tem que seguir Jesus e Maria. ” (GS / 17 / II / 87 / A)

 

Kathleen Connell, RSCM

Carta 6

Janeiro 24, 2022

Béziers, 7 de Novembro de 2021  Caro Padre Gailhac O seu aniversário está a chegar, e se eu não me…

Veja Mais

Carta 5

Janeiro 13, 2022

Maputo aos 24 de Junho de 2021 Muito querido Pai Gailhac Eternas saudades, Pai Fundador Hoje decidi escrever-lhe para partilhar…

Veja Mais

Tecer o Ano Novo…

Dezembro 28, 2021

Tecer o Ano Novo… Thérèse-Marie Potelle,rscm Unité France No limiar de um novo ano, muitos pensamentos e perguntas atravessam a…

Veja Mais

Carta 4

Dezembro 25, 2021

Dublin 25 de Dezembro de 2021 Meu caro Padre Gailhac,  Já há muito tempo que tenho intenção de vos escrever. …

Veja Mais

Carta 3

Dezembro 12, 2021

Ubá, 29 de junho de 2021 Meu querido Pe. Gailhac, À medida que vou avançando cronologicamente na VIDA, mais e…

Veja Mais