“Vida para todos” num Ambiente de Excelência Académica

Posted Março 19, 2020

De 1-5 de março 2020 fui convidada a visitar Marymount University, no contexto de celebração da semana dos fundadores, no ano em que ocorre a celebração dos 70 anos da sua fundação. É difícil traduzir em palavras o que uma RSHM sente perante o interesse e a criatividade com que esta semana dedicada aos fundadores foi preparada: uma Eucaristia em memória de um passado que iniciou o percurso de vida, espirito e missão das RSHM; um momento de celebração aberto a todos os que já tiveram oportunidade de visitar Béziers; um diálogo com os estudantes sobre o espírito e missão das RSHM; e com os professores sobre os desafios que este espírito e missão nos coloca hoje a todos, RSHM e todos os que partilham a nossa missão.

O entusiasmo genuíno com que estes diferentes momentos foram vividos tiveram como grande suporte o dinamismo do Dr. Victor Betancourt e do Dr. Brian Doyle que assumem dinamizar a universidade de formas simples e criativas: iniciaram os armários de Appollonie que estão espelhados por todos os edifícios da universidade onde são colocados de forma discreta produtos para partilhar com os estudantes mais pobres da universidade e animam o grupo Saints que desenvolvem ações de dimensão social muito significativas, ajudando os estudantes a viver ao modo de Gailhac com outros e para os outros).

Não posso deixar de referir a presença simples, significativa e atenta das duas RSHM (Jacqueline Porter e Jacqueline Murphy) que mantém, ainda hoje, acesa a chama do espírito e missão e são o link com as primeiras e todas as RSHM que deram vida ao longo de longos anos àquela instituição.

E, de entre todos, realço o entusiasmo e compromisso da presidente da Universidade, a Dr. Irma Becerra, que me marcou profundamente pela sua convicção e determinação em assumir todos os desafios que se colocam hoje ao desenvolvimento de competência e excelência intelectual de Marymount University, num equilíbrio com um espírito e missão de “Vida para todos”. No seu desejo admirável de uma efetiva continuidade com o espírito das RSHM, como uma marca que distingue Marymount University, nomeadamente o seu desejo de unidade na diversidade e de vida para todos, eu revejo a paixão e o espírito que animou as irmãs que fundaram Marymount University continua ainda hoje vivo e vibrante.

Muito obrigada, Dr. Irma Becerra e a todos por este momento muito bonito.

Ir. Luísa Almendra, RSCM

Notícias da Zâmbia

Agosto 4, 2020

Recentemente, em julho de 2020, duas de nossas irmãs mais novas, as Irmãs Aelita e Previladge, participaram de um evento…

Veja Mais

Uma RSCM Faz 100 Anos

Junho 30, 2020

Com máscaras, distanciamento social e verificações de temperatura, e apesar do risco de tempestades, as irmãs do convento de Marymount,…

Veja Mais